Como combater a azia na gravidez

Combater a azia na gravidez, é muito importante para manter a saúde da futura mamãe e também do bebê.

combater-a-azia-na-gravidez

Sentir azia durante a gestação é uma coisa comum, pois nesse período o processo digestivo fica mais demorado, já que existe o aumento da progesterona no sangue juntamente com uma grande quantidade de gases no estômago, fazendo com que haja refluxo (retorno) do bolo alimentar, para esôfago e garganta (a sensação de queimação).

O principal desconforto causado pela azia é a sensação de acidez na garganta e esôfago e aquela impressão de que comemos um boi inteiro quando engolimos uma bolacha. Algumas mulheres sentem-se tão mal que passam a gravidez inteira comendo biscoitos cream cracker.

4 maneiras de combater a azia na gravidez

Todas as mulheres passam por isso durante a gestação e existem alguns cuidados básicos que podem ser tomados para combater a azia da gravidez. Confira.

1 – Alimentação

Para não sentir azia durante a gravidez inteira, retire do cardápio alimentos que contenham muita gordura, frituras, ácidos e condimentos. Evite ingerir líquido junto com a comida para não aumentar a sensação de empachamento. Não consuma molhos de tomate, chocolate, maionese, coco, refrigerantes, cervejas, sucos industrializados e vinhos. Como frutas com regularidade, preferindo as pêras, maçãs, bananas e mangas e evitando as mais ácidas como laranja, limão e abacaxi. Como sempre pequenas porções de comida de cada vez e mastigue bem.

2 – Remédios

Qualquer tipo de medicamento só deve ser administrado com o conhecimento do obstetra, mas comumente as mulheres acabam tomando remédios à base de magnésio ou cálcio (Leite de magnésia). Existem também algumas soluções caseiras para diminuir a azia da gravidez: Comer maçã com casca, pedaço de pão, bolacha cream cracker ajudará a descer o bolo alimentar. Descascar um pedaço de batata e comer crua também ajuda a diminuir a queimação.

3 – Mudança de hábitos

Conforme a gestação avança o desconforto com a azia pode aumentar, assim é importante que a futura mamãe procure usar roupas sempre confortáveis, que não apertem o abdômen. Não se deitar logo após as refeições também é recomendado para diminuir a azia. Quando for dormir procure ficar em um posição semi sentada para impedir que a comida volte para o esôfago. Não ingira líquidos durante as refeições.

4 – Chás caseiros

Existem alguns chás que podem ser tomados para diminuir a sensação de queimação e ajudar a digestão. A erva espinheira-santa é própria para os males estomacais e produz uma ação adstringente no estômago. Coloque uma colher de sopa da erva em uma xícara ou caneca com água quente, abafe e deixe amornar. Tome sem adoçar, pelo menos, uma vez por dia, não é uma erva abortiva e não fará mal ao bebê.

A gravidez altera o metabolismo da mulher e por isso algumas sensações costumam ser diferentes do que quando não estão grávidas. A azia e a sensação de inchaço podem ser diminuídas com essas dicas simples e que ajudarão muito a manter a saúde sem perder o humor.

Eliminar os alimentos sugeridos no item 1, pode ser uma boa maneira de começar uma reeducação alimentar que manterá a saúde da mamãe, até mesmo depois do bebê nascer.

Post Author: Sofia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *