O quê é o corrimento amarelo ?

O corrimento amarelo, é uma evolução do corrimento normal produzido pelo aparelho genital feminino.

Apesar da região íntima feminina ser úmida naturalmente, o surgimento de corrimentos mais espessos, com coloração amarelada e odor forte pode ser um indicativo de infecções mais sérias.

Alguns motivos que podem ocasionar o corrimento amarelo, são as infecções e desequilíbrios da região íntima. A secreção natural que muitas vezes é confundida com corrimentos, tem a finalidade de umedecer a região e costuma ficar mais intensa quando a mulher está no período de ovulação e nos momentos pré e pós menstruação.

Essa secreção natural é inodora (sem cheiro), não ocasiona coceira ou ardência e sua cor é quase transparente. Qualquer diferença de aspecto em um corrimento pode significar problemas.

O corrimento amarelo pode ocorrer quando a mulher está grávida e significa um aumento na produção da secreção vaginal normal e que é muito comum nessa fase. Observe se mantém a coloração amarela clara e se houver mudança na cor e apresentar cheiro forte, causando desconforto e coceira, o médico deverá ser procurado imediatamente.

A ocorrência desse tipo de corrimento antes da menstruação é resultado do aumento de progesterona no organismo. A coloração clara, sem cheiro e que não provoca coceira ou outros sintomas é considerada normal. Se a cor for diferente e apresentar cheiro, provocar dores na relação sexual e outros desconfortos não é um corrimento normal e precisa ser diagnosticado e tratado adequadamente.corrimento-durante-gravidez

Uma variação do corrimento amarelo é o que possui a cor amarelo-esverdeado, é um sinal de que a mulher pode estar com uma doença chamada triconomíase. Essa é uma DST (Doença sexualmente transmissível) provocada pelo parasita Trichomonas vaginalis, que provoca o corrimento nessa coloração com um odor muito forte e desagradável. Vem acompanhado de coceira e dor na hora de urinar. O tratamento é feito com o auxílio de antibióticos.

5 dicas para evitar o surgimento do corrimento amarelo

Tomando algumas precauções é possível evitar o aparecimento do corrimento amarelo e de outros tipos.

1 – Roupas íntimas

Prefira calcinhas que sejam de algodão. Evite tecidos sintéticos e modelos muito apertados. Após a lavagem da roupa íntima, passe a ferro para matar qualquer possível micróbio que possa ter se alojado na peça.

2 – Calças compridas

Evite o uso de calças compridas muito apertadas ou de tecidos muito quentes que provoquem o abafamento da região íntima por muito tempo. Usar roupa íntima estilo “fio dental” também ajuda a irritar a região.

3 – Relações sexuais

Sempre use preservativo quando manter relações sexuais com parceiros não fixos. Evite fazer sexo com parceiros múltiplos. Nunca use brinquedos eróticos que não foram lavados e esterilizados previamente.

4 – Higiene

Mantenha sempre a região íntima bem limpa e higienizada. Atualmente existem muitos sabonetes íntimos que ajudam a regular o pH da região, deixando-o menos ácido e propenso a bactérias.

5 – Médico

Sempre que perceber qualquer anomalia na cor e cheiro do corrimento vaginal procure seu médico. Evite a auto-medicação, pois poderá agravar o problema. Só ingira antibióticos com prescrição médica e não faça uso de pomadas sem conhecer sua funcionalidade.

A região íntima feminina é muito sensível, porém tomando esses pequenos cuidados é possível manter a saúde sempre em dia.

Post Author: Sofia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *